Ale Nammur: Guitarrista lança emocionante homenagem as mulheres e a causa do Alzheimer.

O produtor e guitarrista paulistano Ale Nammur, um dos fundadores da banda de Hard Rock/Aor/Melodic Rock Adellaide em 2016 junto ao vocalista Daniel Vargas e, também, coordenador do canal no YouTube do Cardápio Nerd (@cardapionerd), lançou hoje, Dia Internacional das Mulheres, um videoclipe/collab junto a grandes músicos (inter)nacionais (Suécia e Itália) em homenagem à todas as mulheres guerreiras que lutam diariamente pela vida, igualdade e respeito, em especial sua mãe Heloisa H. Nammur que, infelizmente, é portadora de Alzheimer.

Nada mais propício do que homenagear alguém importante escolhendo a emblemática faixa “Don’t Stop Believin‘”, de um dos maiores nomes do AOR/Hard Rock mundial, os americanos do Journey, já que sua mensagem descreve perfeitamente o quanto as pessoas – no caso sua mãe e todas as mulheres do mundo – são fortes, guerreiras, e amadas.

Assista “Don’t Stop Believin'” em

Vídeo editado por Ale Nammur
Mixagem e Masterização por Jonas Godoy (@jonasgodoymusic)

“A escolha dessa faixa é autoexplicativa, homenagear uma das mulheres mais fortes de todos os tempos, minha querida mãe, quem me ensinou a ser quem sou hoje. Foi ela quem me deu minha primeira guitarra quando eu tinha apenas 15 anos e jamais sonharia não me ver tocando. Não consigo descrever o quanto ela é forte e o quanto acreditamos nela! Esse trabalho não visa nenhum retorno financeiro e é, basicamente, também, para dar forças e um belo “nunca pare de acreditar” à todas as famílias de todos os portadores dessa doença”, comentou Ale Nammur.

Para esse vídeo, Ale Nammur tocou guitarra com a participação especial de:

Daniel Vargas – Arranjos e vocais principais (Adellaide) (@danielvargasvocalista)
Rod Marenna – Vocais principais e backing vocals (Marenna) (@rodmarenna)
Marina Ammouri (Suécia) – Vocais principais e backing vocals (@marinaammouri_official)
Leonardo Bowden – Bateria, vocais principais e backing vocals (@leosconfession)
Leandro Freitas – Teclados (Adellaide) (@leandrofreitasofficial)
Dino Fiorenza (Itália) – Baixo (Steve Vai, Paul Gilbert, Slash, Zakk Wylde) (@dino_fiorenza)

Agradecimentos à: Claudio Nammur, Alessandra Scaff Nammur, Heloisa H. Nammur. Daniel Vargas, Rodrigo Marenna, Marina Ammouri, Leonardo Baldan, Leandro Freitas e Dino Fiorenza

O vocalista e líder da banda gaúcha de Hard Rock Marenna, Rod Marenna, comentou sobre sua participação nesse projeto: “É uma honra muito grande estar nesse projeto com estes amigos. Penso que a união é uma das melhores formas para se resinificar sentimentos e transformar situações, ainda mais pela mensagem que este projeto traz. Saudar o retorno do Alê à carreira musical, homenagear sua mãe e a todas as mulheres que traze consigo a força e o dom da vida, é sempre um enorme prazer para mim. Que nunca deixem de acreditar na força e no amor das pessoas, pois são mais fortes do que imaginamos”.

Daniel Vargas, ex-parceiro de Adellaide, comentou: “Como somos amigos de longa data, acompanhei de perto toda a situação familiar do Ale. Participar dessa linda homenagem a mãezinha dele foi um enorme prazer, e tenho certeza que a Dona Heloísa vai escutar do jeitinho dela. Todas as pessoas devem se unir nessa causa e solidarizarem sobre essa doença, pois infelizmente ela pode acometer qualquer um de nós ou de nossos entes queridos. Força Alê e família! Estou feliz por fazer parte desse projeto e também te desejo toda sorte do mundo nessa sua carreira que se reinicia com o pé direito”.

Sobre o Alzheimer:

A Doença de Alzheimer (DA) é a forma mais comum de demência ou transtorno neurodegenerativo progressivo e fatal que se manifesta pela deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais. Sua causa é desconhecida, mas acredita-se que seja geneticamente determinada.

Ela instala-se quando o processamento de certas proteínas do sistema nervoso central começa a dar errado. Surgem, então, fragmentos de proteínas mal cortadas, tóxicas, dentro dos neurônios e nos espaços que existem entre eles. Como consequência dessa toxicidade, ocorre perda progressiva de neurônios em certas regiões do cérebro, como o hipocampo, que controla a memória, e o córtex cerebral, essencial para a linguagem e o raciocínio, memória, reconhecimento de estímulos sensoriais e pensamento abstrato.

Mais informações:

Ale Nammur, ex-aluno de Kiko Loureiro (Megadeth, ex-Angra), tocou com vários músicos em sua carreira, e contou com algumas participações muito especiais em suas antigas bandas, como, por exemplo, Roy Z. (Bruce Dickinson, Halford), o saudoso André Matos, etc. Em 2016, junto ao vocalista Daniel Vargas, fundou a banda Adellaide, na qual chegou a gravar primeiro EP homônimo no mesmo ano, e o álbum “Flying High” no ano seguinte.

Por conta da doença de sua mãe, deixou a banda em 2018 após sua vida familiar ter sofrido um choque bruto e mudado drasticamente, chegando inclusive a parar de tocar por um tempo decorrente uma depressão. Hoje, depois de muitos amigos o incentivarem a voltar à música, e usando toda sua força para deixar sua mãe orgulhosa, Ale Nammur está de volta ao que mais sabe fazer, pretendendo sim, voltar definitivamente ao que mais gosta de fazer: música que alimenta a alma e os corações de quem toca e, principalmente, de quem ouve. Atualmente está dando vazão a sua carreira solo, interpretando músicas próprias e instrumentais no estilo Joe Satriani e Steve Vai. Em sua discografia como artista solo possui um álbum intitulado “Secrets Of Soul”, lançado em 2005, e outro EP com duas faixas inéditas/videoclipes, “Broken Heart” e “Redemption”, lançado em 2019.

Conheça mais sobre o trabalho de Ale Nammur em:

Spotify: https://sptfy.com/alenammur
Youtube: https://www.youtube.com/alenammur
Facebook: https://www.facebook.com/ale.nammur

JZ Press
“Sua arte em evidência!”
E-mail: [email protected]
Facebook: www.facebook.com/jzpressassessoria
Instagram: www.instagram.com/jzpressassessoria

Deixe um comentário