Colina estreia com o EP Lar, entre o post rock e o emo

As aflições, reflexões e formas de sobreviver durante o período pandêmico são as expressões da Colina, quinteto de Diadema/SP que nasceu neste período, mas com o intuito de ser um projeto contínuo. O primeiro registro é Lar, um EP de cinco músicas dinâmicas, que vão do post rock ao emo, passando por outras sonoridades.

Ouça Lar e assista a dois clipes do EP aqui: https://beacons.ai/colinaemo.

Lar é um EP com canções um tanto intimistas e, ao mesmo tempo, expansivas, que dialoga bem com aqueles tempos de incertezas e que, de certa forma, aumentaram a vontade de desbravar o futuro.

Hoje, mesmo o mundo em um outro momento, Lar é atual e projeta o ouvido e os sentimentos a perspectivas atemporais da humanidade. A banda é Carlos Alves (Voz), Giovanni Oliveira (Guitarra/Voz), Caio Ferreira (Guitarra), Paulo Sepúlvida (Baixo) e João Paulo (Bateria).

O registro, no entanto, foi lançado em março deste ano – gravado, mixado e masterizado no Bay Area Estúdio por Diego Rocha.

Há alguns anos, quando o Colina começou, a banda era válvula de escape e nem sempre era possível fazer ensaios presenciais. Foi somente no começo de 2022 que conseguiram ter uma frequência de ensaios para colocar as composições para frente.

Sobre a sonoridade, o Colina explica: “Com o emo a gente gosta de trabalhar com as temáticas das letras, riffs e rítmicas, no post rock fica mais pela experimentação, progressões menos convencionais e estruturas musicais”.

Colina nas redes

www.instagram.com/colinaemo

https://beacons.ai/colinaemo

Deixe um comentário