Future Static compartilha um novo cover de metal do clássico do reggaeton ‘Gasolina’

OUÇA AQUI
ASSISTA AO VIDEOCLIPE AQUI

O quinteto de metal alternativo/metalcore de Melbourne, Future Static, retornou de uma forma inesperada, mas totalmente eletrizante, com um cover de metal do sucesso global de reggaeton de 2004 do rapper porto-riquenho Daddy Yankee, “Gasolina” – disponível agora pelo selo Wild Thing Records.

A vocalista Amariah Cook, nascida em Melbourne e criada em Barcelona, une os mundos vastamente diferentes do metal e do reggaeton da sua educação, presidindo a faixa em espanhol fluente, criando uma versão caótica e venenosa do sucesso latino mundial.’Gasolina’ é um choque de riffs profundos, bateria feroz e vocais furiosos. Amariah ficou entusiasmada com a perspectiva de reinventar uma música que estava tão presente em sua infância no distrito de L’Hospitalet de Llobregat, nos arredores de Barcelona, lar de um grande número de pessoas de ascendência latino-americana, imersas na cultura musical do reggaeton. Tendo crescido entre os “True Metaleros” e os opostos “Reggaetoneros”, a interpretação de Future Static de ‘Gasolina’ permitiu que Amariah finalmente reunisse esses dois componentes contrastantes, mas igualmente cruciais, de sua adolescência. Amariah explica: “Lá, os metaleiros odeiam o reggaeton, então juntar esses dois inimigos mortais foi uma ideia divertida para mim. Sempre tive uma parte em minha alma que queria tentar unir esses dois grupos social e musicalmente opostos”.

O arranjo implacável do guitarrista Ryan Qualizza transforma ‘Gasolina’ em uma mistura de breakdowns ardentes, guitarras estrondosas e implacáveis, com uma assinatura de metal. Misturado e masterizado por Sam Bianco (Tapestry, Cherry), o produto final é corajoso, grandioso e estimulante em medidas iguais, mostrando a energia feroz da banda e o carisma radiante em sua melhor forma.

O lançamento de “Gasolina” é o ponto culminante do crescimento meteórico e da visão artística do Future Static, após a banda ter contratado Amariah Cook como sua nova vocalista em 2021, solidificando-a como parte integral da identidade da banda, após os aclamados singles anteriores “Waves” (2021) e “Venenosa” (2022).

Acompanhando o lançamento, a banda revelou também um videoclipe dirigido por Colin Jeffs (Make Them Suffer, Alpha Wolf). Abrangendo cenas sedutoras, acrobacias motorizadas perigosas e muita atitude, o resultado é energético. Jeffs comenta: “Sempre faço clipes bacanas e cheios de energia, que chamam a atenção, e achei que essa música era a perfeita para virar a cabeça. Tentamos homenagear o vídeo original, que era sexy e divertido. Tentamos moderniza-lo e acrescentar nosso próprio toque. Acho que fizemos um excelente trabalho ao reimaginar a música, ao mesmo tempo em que mantivemos muito do estilo da época.”

Entre esse último single, as datas da turnê internacional de estreia, incluindo apresentações nos festivais Reeperbahn e Euroblast deste ano na Alemanha, e o lançamento de seu aguardado LP de estreia, 2023 está se preparando para ser nada menos que explosivo para uma das bandas de heavy mais comentadas da Austrália.

O guitarrista Ryan Qualizza resume: “‘Gasolina’ é a nossa maneira de deixar as pessoas preparadas para o nosso primeiro álbum, que será lançado no final deste ano. Queríamos fazer algo diferente e marcar uma posição com esse single, como um precursor do disco. Seja na produção, no visual ou na exploração sonora, estamos levando as coisas a lugares novos e empolgantes.”

Sobre a Future Static:
O quinteto de Melbourne Future Static cria um som alternativo, melódico e progressivo para formar uma marca única de música pesada e emocional, diferente de qualquer outra. Os singles de estreia da nova vocalista Amariah Cook, ‘Waves’ (2021) e ‘Venenosa’ (2022), foram muito aclamados pela crítica, recebendo apoio de veículos como Kerrang!, New Noise Magazine, Triple J, Spotify e Apple Music.Sendo um grande sucesso na Austrália por suas apresentações enérgicas, a banda se apresentou em festivais como Knight & Day, Unify Forever, Unify Off The Record, Alpha Wolf’s CVLTFEST, e também no Bigsound com grandes elogios do setor, além de ter sido escolhido a dedo como convidado especial de Jinjer, Voyager, Destroy Rebuild Until God Shows, RedHook, Caligula’s Horse e Windwaker, só para citar alguns.Com o lançamento de um álbum de estreia no final de 2023, o Future Static está preparado para causar uma impressão duradoura no cenário global, levando sua fusão visceral de subgêneros pesados e alternativos para o mundo todo.

Marketing e Promoção no Brasil:
ForMusic – [email protected]

Informações à imprensa:
Catto Comunicação
Simone Catto – [email protected]

Deixe um comentário